Metotrexato

Portuguese recommendations for the use of methotrexate in the treatment of rheumatoid arthritis

Objectivos: Elaborar recomendações nacionais, baseadas na evidência, para a utilização na prática clínica do metotrexato (MTX) na terapêutica das doenças reumáticas.
 
Métodos: O projecto nacional estava integrado na iniciativa multinacional 3E (Evidence,Expertise,Exchange) 2007-2008 que envolveu 751 reumatologistas de 17 países. Neste contexto foram seleccionadas, através de discussão e votação pelo método Delphi, 10 questões consideradas relevantes para o uso do MTX na prática clínica e o grupo português formulou 3 questões adicionais. Foi efectuada uma pesquisa sistematizada da literatura na Medline, Embase, Cochrane Library e nos resumos dos congressos EULAR e ACR 2005-2007. Os artigos seleccionados para cada questão foram revistos de forma detalhada e a evidência atribuída de acordo com a classificação Oxford Levels of Evidence. Cada país participante promoveu reuniões com peritos locais para elaboração de recomendações nacionais. Em Portugal, a reunião teve lugar em Óbidos a 15 e 16 de Fevereiro de 2008. Participaram 50 reumatologistas portugueses e, após sessões para apresentação da revisão sistematizada da literatura, discussão em grupos de trabalho e votação pelo método Delphi, foram elaboradas as recomendações nacionais. Foi também avaliado o nível de concordância e o potencial impacto das recomendações na prática clínica.
 
Resultados: As 13 recomendações nacionais para o uso do MTX nas doenças reumáticas (incidindo maioritariamente na artrite reumatóide (AR)) abordam: avaliação pré-terapêutica, dose óptima e via de administração, uso do ácido fólico, monitorização de efeitos secundários, atitude perante hepatotoxicidade, segurança a longo prazo, mono versus terapêutica combinada, atitude no período peri-operatório, durante infecções intercorrentes, antes/durante a gravidez e após obtenção da remissão clínica da AR, rastreio e tratamento da tuberculose e papel do MTX como poupador de corticosteróides nas doenças reumáticas.
 
Conclusão: Apresentamos as recomendações nacionais para a utilização do MTX na terapêutica das doenças reumáticas com aplicação na prática clínica, baseadas na evidência e integrando a experiência dos reumatologistas portugueses. As recomendações portuguesas apresentam algumas diferenças e especificidades quando comparadas com as internacionais recentemente publicadas e elaboradas no âmbito da mesma iniciativa.
AUTORES
Canhão H; Santos M; Costa L; Bogas M; Mourão A; Machado P; Fonseca J; Silva J
KEYWORDS

Metotrexato; Artrite Reumatóide; Doenças Reumáticas; Recomendações; Portugal.

Portuguese recommendations for the use of methotrexate in the treatment of rheumatoid arthritis