Artrite Reactiva

Que queixas/sintomas?

No caso das infecções urogenitais os sintomas mais comuns são a dor pélvica, o ardor ao urinar e um corrimento vaginal ou peniano tipo pus ou aquoso. Em alguns doentes com uretrite infecciosa a infecção pode não dar manifestações.

A diarreia é a manifestação mais característica das infecções gastrointestinais que podem causar artrite reactiva.

O intervalo de tempo entre a infecção e o início das manifestações da artrite reactiva é habitualmente de 1 a 4 semanas. Existem manifestações articulares e extra-articulares que são iguais quer a infecção prévia seja gastrointestinal quer seja genito-urinária.

Os sintomas de artrite são a dor e o inchaço das articulações. Normalmente as queixas envolvem um pequeno número de articulações (3 ou menos), sobretudo joelhos, tornozelos ou articulações do pé, embora as extremidades superiores, coluna vertebral e articulações sacroilíacas também possam ser afectadas.

Outros doentes podem sofrer de entesite (inflamação à volta do local de inserção de ligamentos e tendões no osso) que se manifesta por dor e inchaço nos tornozelos (tendão de Aquiles) ou planta dos pés (fáscia plantar).

Alguns doentes também podem desenvolver dor na coluna vertebral e dactilite, que tipicamente se apresenta com “dedos em salsicha”.

O envolvimento extra-articular na artrite reactiva associa-se com várias manifestações que podem estar presentes quer na fase aguda da doença quer na crónica: conjuntivite, úlceras orais, febre, mal-estar geral, dor de cabeça, perda de peso, lesões cutâneas (por exemplo na palma e planta dos pés, na glande peniana) e alterações das unhas.

A Síndrome de Reiter diz respeito apenas ao conjunto de manifestações compostas por uretrite, conjuntivite e artrite.

Seguinte >